* Hello, my friends! welcome to letra e fel! If you like this space, please share it with your friends.
* Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Letra e Fel! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.
*!Hola! , amigo lector. Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos!
*Cher lecteur, soyez le bienvenu! Veuillez conseiller notre blog à vos amis si vous l'avez aimé. Merci beaucoup!

27/05/2007

Mulherárvore




Por mais que ela quisesse parecer humana
sua pele quase casca a denunciava
ela era árvore.
A cada manhã mais veios
a seiva suave já lhe percorria toda.
Mulherárvore.
Urgia, o tempo
ela precisava reconhecer sua natureza
a tantos vivendo entre os humanos
uma raça inimiga da sua
e com eles estabelendo alinças de sombras:
__ árvores precisam de terra e não de asfalto,
precisam de água fresca e de sol
para poderem ser árvores.
Ela era de uma espécie rara
híbrida
se descoberta, logo seria alvo
do serrote de algum pesquisador.
Mulher metamorfose
já se sentia brontando
mais um pouco e não poderia mais
esconder-se entre ruges e rendas
Logo teria galhos e folhas
e o assédio dos pássaros
implorando por um espaço para seus ninhos
a denunciaria.
O tempo urge
a mulherárvore
sabe que é chegada a hora
de realizar a sua natureza.

By renata Bomfim

Nenhum comentário: