* Hello, my friends! welcome to letra e fel! If you like this space, please share it with your friends.
* Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Letra e Fel! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.
*!Hola! , amigo lector. Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos!
*Cher lecteur, soyez le bienvenu! Veuillez conseiller notre blog à vos amis si vous l'avez aimé. Merci beaucoup!

12/06/2008

Progresso pouco é bobagem...

"Estou no começo do meu desespero e só vejo dois caminhos:
ou viro doida ou santa" (Adélia Prado)

Amigos, hoje o Lu e eu estivemos no Convento da Penha, fui acender algumas velas, agradecer por umas coisas e pedir por outras... Ao descermos as ladeiras do convento nos deparamos com este macaquinho ferido (vou resumir a história). O pessoal do convento entrou em contato com o IBAMA que não tinha como buscá-lo em Vila Velha, nos prontificamos em levá-lo. Ao chegar no IBAMA, o biólogo e o veterinário constataram que o macaquinho havia se queimado num fio de alta tensão, como se pode ver na foto. O bracinho dele estava esturricado e possivelmente alguns órgãos internos tinham sido atingidos. Bem, o pobrezinho estava nessa situação a pelo menos um dia e sofrendo muito. Os profissionais do IBAMA não tiveram outra alternativa senão sacrificá-lo. Já escrevemos para o convento e para a escelsa, pedindo uma revisão na rede. Pedimos para encaparem os fios que estão desencapados, para que situações assim não se repitam. Temos fé que alguma ação será tomada nesse sentido. É triste ver como a cada dia o "progresso" torna dificil a coexistencia entre o homem e a natureza. E quem paga o pato, nesse caso quem pagou foi o mico... mas é isso mesmo, sofre sempre a parte mais fraca... Sinceramente, desisti de ser pessimista, é verdade... decidi acreditar que tudo vai melhorar, vai mudar, vai dar certo, e que o ser humano ainda tem jeito... Era isso ou a danação eterna... Lá no IBAMA, quando fui fotografar o macaquinho (porque vivemos num mundo onde imagens valem mais que palavras) foi como se o seu olhar me atravessasse.

Nenhum comentário: