* Hello, my friends! welcome to letra e fel! If you like this space, please share it with your friends.
* Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Letra e Fel! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.
*!Hola! , amigo lector. Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos!
*Cher lecteur, soyez le bienvenu! Veuillez conseiller notre blog à vos amis si vous l'avez aimé. Merci beaucoup!

11/09/2010

O canto da harpia

Cansei de ser sereia.
Cortei os cabelos,
As unhas cresceram.
No lugar das escamas,
indecentes e fortes plumas,
em tons de branco e cinza.
No alto da cabeça,
a crista erotizada,
eriça ao menor ruído.
Abro imensas asas,
Solto um grito.
Os olhos, de repente,
enxergam além.
Cansei de afogar marinheiros,
de cantar para a morte
dos despenhadeiros
e das rochas frias.
Assim como um bebê
saído do ventre,
saúdo a vida.
Mergulho fundo
no azul salpicado de lilases
do fim do dia e,
renasço de manhãzinha,
embriagada pelo amarelo
Ouro
desse universo
selvagemente novo.

renatabomfim

3 comentários:

André L. Evangelista disse...

Achei que as sereias habitassem somente o meu imaginário.... Mas aqui no Letra e Fel elas não só existem como passam por uma extraordinária mutação!

Adorei!

rs

besos

Renata Bomfim disse...

Olá Querido André, que alegria receber a sua visita!!! olha, a sereia se tranforma mas não deixa de ser um monstro, a harpya é um demônio grego com corpo de ave e cabeça de mulher. Acho que o eu lírico está condenado à danação ou a esquisitice... eheheheh
abraços eco-fraterno e literário
renata

John disse...

adidas nmd r1
coach outlet store
oakley sunglasses on sale
prada outlet online
cheap jerseys
moncler outlet online
coach factory outlet
nike air huarache
jordan femmes pas cher
rolex replica watches for sale
20170601yuanyuan