Hello, my friends! welcome to letra e fel! If you like this space, please share it with your friends. If you wish to have one of my books, please send me an email.
Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Letra e Fel! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.
!HOla! , amigo lector. Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos!
Cher lecteur, soyez le bienvenu! Veuillez conseiller notre blog à vos amis si vous l'avez aimé. Merci beaucoup!

"PARA CONHECER AS POSTAGENS RECENTES CLIQUE NA IMAGEM DE ABERTURA DO LETRA E FEL"

11/09/10

O canto da harpia

Cansei de ser sereia.
Cortei os cabelos,
As unhas cresceram.
No lugar das escamas,
indecentes e fortes plumas,
em tons de branco e cinza.
No alto da cabeça,
a crista erotizada,
eriça ao menor ruído.
Abro imensas asas,
Solto um grito.
Os olhos, de repente,
enxergam além.
Cansei de afogar marinheiros,
de cantar para a morte
dos despenhadeiros
e das rochas frias.
Assim como um bebê
saído do ventre,
saúdo a vida.
Mergulho fundo
no azul salpicado de lilases
do fim do dia e,
renasço de manhãzinha,
embriagada pelo amarelo
Ouro
desse universo
selvagemente novo.

renatabomfim

2 comentários:

André L. Evangelista disse...

Achei que as sereias habitassem somente o meu imaginário.... Mas aqui no Letra e Fel elas não só existem como passam por uma extraordinária mutação!

Adorei!

rs

besos

Renata Bomfim disse...

Olá Querido André, que alegria receber a sua visita!!! olha, a sereia se tranforma mas não deixa de ser um monstro, a harpya é um demônio grego com corpo de ave e cabeça de mulher. Acho que o eu lírico está condenado à danação ou a esquisitice... eheheheh
abraços eco-fraterno e literário
renata