* Hello, my friends! welcome to letra e fel! If you like this space, please share it with your friends.
* Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Letra e Fel! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.
*!Hola! , amigo lector. Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos!
*Cher lecteur, soyez le bienvenu! Veuillez conseiller notre blog à vos amis si vous l'avez aimé. Merci beaucoup!

03/09/2010

O Mosteiro Zen Morro da Vargem (Ibiraçu/ES) e o programa COMPAZ

Resumo: Mediante os altos índices de violência no Brasil torna-se imperativo que as polícias estejam preparadas para interagir com a sociedade e combater o crime e a violência. A capacitação do policial militar precisa focar a importância da reconstrução dos espaços públicos o que, segundo Bauman (2007), “exige a construção e reconstrução de vínculos pessoais”. A vivência socioambiental de arteterapia integrou o Programa de Educação ambiental do Mosteiro Zen Morro da Vargem denominado COMPAZ: A ética Policial e a Vivência socioambiental com este intuito, conscientizar da importância do diálogo, e da ética para a construção de uma sociedade mais pacifica e sustentável. O COMPAZ/ 2008 foi realizado com alunos soldados da Polícia Militar do Espírito Santo no decorrer dos meses de abril e maio de 2008 e atendeu a 310 alunos soldados tendo também a participação de 6 sargentos e 2 soldados da PM/ES, em 2009 o programa atendeu à equipe da Polícia Militar ambiental do ES, em torno de cento e sessenta e cinco policiais e comando e em 2010 a outra equipe da Policia Militar ambiental. Este trabalho busca mapear a vivência socioambiental de arteterapia desde sua elaboração e desenvolvimento até aos resultados alcançados. Dentro da proposta do COMPAZ/ 2008, buscou-se construir, tendo como aporte teórico a Carta da Terra, uma atividade teórico-prática-reflexiva de sensibilização para as questões socioambientais, buscando despertar para a importância da responsabilidade de cada um para consigo e com o outro, considerando este outro (incluindo a natureza) um ser da alteridade.

O Mosteiro Zen Morro da Vargem- Ibiraçu/ ES

O Mosteiro Zen Morro da Vargem está localizado em Ibiraçu, região norte do Espírito Santo. Único mosteiro budista da América Latina, o Mosteiro Zen Morro da Vargem, compreende um complexo de 150 hectares de Mata Atlântica recuperada, que é resultado de anos de trabalho contra a degradação deixada pelo plantio desordenado de lavouras de café. Em 34 anos de existência esta instituição religiosa traçou um percurso de trabalho marcado pelo comprometimento com as questões socioambientais, com ações sempre pautadas na sustentabilidade, sem perder de vista a missão religiosa que desempenha como pólo de formação monástica e de práticas leigas do budismo soto zen e transformou-se em uma área de relevante interesse ecológico e pólo de educação ambiental da Mata Atlântica.
O reconhecimento pelos trabalhos realizados no campo ambiental rendeu ao Mosteiro Zen Morro da Vargem, por parte do Ministério do Meio Ambiente brasileiro, um lugar entre as cem experiências brasileiras mais bem sucedidas em desenvolvimento sustentável, e títulos como: Posto Avançado da Biosfera, pela UNESCO, e o Prêmio Muriqui, um dos mais importantes da área de conservação do meio ambiente, concedido pelo Conselho Nacional da Reserva Biosfera em 2002.
A educação ambiental com foco na sustentabilidade foi um compromisso assumido pelo Mosteiro Zen Morro da Vargem. O pensador Edgar Morin (2002), preconizou que o reconhecimento e a valorização da multidimensionalidade e complexidade humana e a compreensão de que somos ao mesmo tempo, seres terrestres e cósmicos é um caminho para sairmos da lógica que gerou a crise socioambiental que conhecemos. O mosteiro privilegia olhar para o mundo a partir de uma perspectiva planetária, que pressupõe a inclusão social, não fazendo distinção de raça, cor, credo, etc., e foi buscar parcerias para fomentar o diálogo na busca de soluções e implementação das mudanças que o momento exige.
A parceira com instituições públicas e privadas fortaleceu as ações de recuperação da Mata atlântica degradada que vinham sendo realizadas pelo mosteiro Zen. Era hora de dar um passo a frente na ampliação do diálogo e das ações, e o Mosteiro Zen Morro da Vargem abriu as suas portas à comunidade, disponibilizando os espaços físicos à visitação, oferecendo aos cidadãos atividades culturais, palestras, trilhas ecológicos orientadas, como, a possibilidade destes participarem de variados programas como: cursos gratuitos sobre qualidade de vida e desenvolvimento sustentável oferecidos a agricultores, cursos para professores da rede pública e lideranças comunitárias. O mosteiro também abriu as portas para grupos da terceira idade, de artistas e pessoas que quisessem conhecer o espaço e passar o dia em meio à natureza. Pesquisas indicam que cerca de 30 mil visitantes passam pelo Mosteiro Zen Morro da vargem por ano.

O Programa COMPAZ

O Programa COMPAZ: A ética policial e a vivência socioambiental, pode-se dizer que é “a menina dos olhos do mosteiro”. Um dos programas que vem ao longo dos anos se consolidando e mostrando sua extemporaneidade por acreditar e investir na educação transdisciplinar policiais militares do Espírito Santo. Este Programa surgiu em 1996 objetivando propiciar aos policiais militares, vivências de sensibilização para questões ambientais tendo como aporte, a filosofia oriental.
Em 2005, um Protocolo de Intenções celebrado entre o Mosteiro Zen Morro da Vargem, o Instituto Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (IEMA), a Polícia Militar do Espírito Santo e o Instituto Aracruz, criou uma rede de cooperação que deu novo fôlego ao programa e novos parceiros foram chegando e trazendo consigo contribuições que foram moldando o COMPAZ e transformando-o em um programa diverso e eficaz. Em 2008, o Mosteiro Zen Morro da Vargem, através de seu pólo ambiental, realizou o COMPAZ: A ética Policial e a vivência socioambiental, em parceria com a Escola de Serviços Públicos do Espírito Santo/ ESESP, bem como, a vice-governadoria do Estado do Espírito Santo e com o Instituto Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos/ IEMA.
O Programa COMPAZ tem por princípio a neutralidade religiosa, o que garante a cada aluno soldado, o respeito para com o seu credo. O mosteiro, segundo as palavras do Abade Daijú, “se orgulha de ser a única instituição religiosa que nunca converteu ninguém”, essa fala corrobora o respeito dessa instituição para com a multiplicidade e a valorização do espírito ecumênico. Nesse Programa os alunos soldados ficam três dias imersos na rotina do Mosteiro, participando de atividades específicas da tradição oriental como a cerimônia do chá, e em contato direto com a natureza, além de participarem de uma programação que conta com trabalhos de sensibilização e educação ambiental e palestras sobre ética, direitos humanos, cultura policial, visão holística de meio ambiente e sustentabilidade.
( texto produzido por mim)

www.mosteirozen.com.br

Nenhum comentário: