* Hello, my friends! welcome to letra e fel! If you like this space, please share it with your friends.
* Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Letra e Fel! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.
*!Hola! , amigo lector. Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos!
*Cher lecteur, soyez le bienvenu! Veuillez conseiller notre blog à vos amis si vous l'avez aimé. Merci beaucoup!

01/04/2012

Inaugural

Quero olhar para o meu homem
como se fosse a primeira vez e
ver nos olhos dos amigos,
brotos de coisas novas.
Observo o balé de mãos repletas de gestos
distribuindo potência e expressão
Semeando palavras de amor e solidariedade
Observo a árvore da calçada.

Andamos pelo asfalto quente
esquecendo o ontem,
desligados do amanhã.
Se eu pudesse ser uma ponte,
uma fonte, uma passagem para
lugares espetaculares...
Eu pediria que me seguissem,
que passarem por mim com os
pés descalços e as bocas sorridentes,
que saciassem a sede no meu ser...
Mas não sou nada disso,
eu tenho sede
eu tenho problemas sobre
qual direção devo seguir.
Nem sei bem quem sou.
O tempo também está desnorteado!

Aos cínicos eu peço silêncio,
Aos tristes sugiro calma, reflexão,
e que bebam muita água
(a água ensina a ter alegria).
Aos desesperançosos peço
que pensem com o coração
e que encham as cabeças
com os ventos sul e norte e
encontrem um novo caminho.

Vamos ser inaugurais no desejo
de os sermos. Vamos nos reinventar.
Quem sabe possamos experimentar
receber a vida com outros olhos?
Imagens que antes eram inconcebíveis
vão formar novos cenários.
O cotidiano está volúvel,
solúvel e  efervescente,
assim como a gente...
O cotidiano é plástico!

Mudamos também!
Algumas pessoas se dissolveram,
outras evaporam lentamente,
muitas estão cegas  e respiram
com dificuldades.
O mundo continua o seu curso,
ele é um mosaico vivo e pulsante
Um paradoxo que assombra por ser grande
para os olhos e por se reproduzir,
invisível, dentro de cada célula.



Nenhum comentário: