* Hello, my friends! welcome to letra e fel! If you like this space, please share it with your friends.
* Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Letra e Fel! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.
*!Hola! , amigo lector. Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos!
*Cher lecteur, soyez le bienvenu! Veuillez conseiller notre blog à vos amis si vous l'avez aimé. Merci beaucoup!

02/06/2012

Venusta Mulher (poema de Rivadávia Leite)










Venusta mulher de gênese das bandas do oriente,
Como é lindo este cenho, cintilando amor surreal;
Açula o desejo com este seu corpo assaz aliciente,
Aos olhares orgíacos dos vis serelepes do sensual.

Seu feitio de odalisca que faz o seu amo encantar,
Átimos de prazer que, em coreia, sente a emoção;
Ventre desnudo e molito quer no harém provocar,
O sultão raivoso em roxura ao seu pétreo coração.

Desfila em gabo com sua flórida vestidura oriental,
No serralho, a mais esbelta das mancípias a cintilar;
Suas vestes matizadas alfaiavam a dança noturnal,
Onde raios lunares, pelos desertos, faziam o clarear.

Das locandas em seda, ouviam-se as flautas a tocar,
Era a dança do ventre. Eram corpos em ondulação;
Sobre alcatifas suntuosas que se faziam maravilhar,
Pelas tendas de Alá na mais extremada veneração.


Agradeço ao poeta  Rivadavia Leite esta carinhosa homenagem. Obrigada!

Nenhum comentário: