* Hello, my friends! welcome to letra e fel! If you like this space, please share it with your friends.
* Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Letra e Fel! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.
*!Hola! , amigo lector. Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos!
*Cher lecteur, soyez le bienvenu! Veuillez conseiller notre blog à vos amis si vous l'avez aimé. Merci beaucoup!

26/01/2013

Impermanência

Ah! flor do meu desejo,
Luminosa vontade,
Toda noite eu teço um manto
De estrelas
enquanto o mundo sonha.

A sede e a fome me fazem
Buscar novas paragens.
O meu lugar é lugar nenhum.

Vi botões de rosas no jardim, mas,
Nem todos terão a coragem de se abrir.
Eu me abri, toda!
Senti na carne o sol, a chuva:
Imantei a subjetividade.
Segurei o vento com as mãos e
Cavalguei o mais veloz que pude.
Do alto todas as montanhas são azuis.
 
O sol brilhará, sempre,e
A terra exsudará licores,
Independente de você e de mim.
Não queira ser mais que o ar
Que visita brevemente os teus pulmões e,
Logo,migra para o sangue.

Meu coração está inquieto,
Pulula desvairado,
Esperando o momento certo de vir a ser
Algumas outras coisas,
Estranhamente,
Cheias de vida.

renatabomfim


 

3 comentários:

Pedro Luis López Pérez (PL.LP) disse...

Vengo del blog de Luis Soares Eustaquio (Grafiti) y me ha encantado tu Rincón; por lo cual, si no te importa, me gustaría ser seguidor de tu blog.
Un abraço.

Renata Bomfim disse...

Hola, Pedro
Será uma alegria tê-lo como seguidor do letra e fel!
Gracias por tua visita!
Abraços desta poeta
Renata

Leo disse...

Muito interessante e, também, incrível poesia! Para os apreciadores do zen e buscadores do auto conhecimento seu lirismo é locus de compreensão/iluminação.
Parabéns!