* Hello, my friends! welcome to letra e fel! If you like this space, please share it with your friends.
* Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Letra e Fel! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.
*!Hola! , amigo lector. Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos!
*Cher lecteur, soyez le bienvenu! Veuillez conseiller notre blog à vos amis si vous l'avez aimé. Merci beaucoup!

14/06/2013

A literatura e a música capixaba estão de luto: faleceu Beatriz Abaurre

Amigos,
Em setembro de 2012 publiquei um post apresentando a biografia "BEATRIZ ABAURRE – um ícone da cultura capixaba", escrita por Maria do Carmo Marino Schneider, a nossa confreira e amiga Madu. Nessa obra Madu fala sobre a origem de Beatriz, que nasceu no Paraná e se radicou no ES, sobre a carreira desta intelectual e sobre as contribuições que deu para a arte capixaba, tanto na literatura, quanto na música.
 
Maria Beatriz Abaurre
Beatriz estava doente a algum tempo e hoje, dia 15/06/2013, nos deixou. Lamentamos a perda desta intelectual engajada e, mais ainda, da mulher amiga, simpática, inteligente e alegre com quem convivemos na Academia Feminina Espírito-Santense de Letras (AFESL) e no Instituto Histórico e Geográfico do Espírito Santo (IHGES).

Beatriz integrou a Orquestra Filarmônica do Espírito Santo, como violista e violinista, e ex-professora titular de piano, transposição e acompanhamento da Faculdade de Música do Espírito Santo (Fames) e escreveu os livros "A revolução das violas", "Joaquim e seu flautim" e "A jiboia que virou trompa", obras da coleção infanto-juvenil "A Magia da Música"; "Gritos sem reposta", com poesias; "Geografia afetiva de uma ilha", obra premiada no III Concurso Literário Nelson Abel de Almeida; e "A metapoesia na obra infanto-juvenil de Carlos Nejar", entre outros títulos.

Deixo registrado o meu carinho e saudade à querida confreira Beatriz, e os meus sentimentos aos familiares e aos amigos.
Renata Bomfim

Fiz este vídeo no dia do lançamento da biografia de Beatriz, uma singela homenagem a escritora e amiga.

Nenhum comentário: