* Hello, my friends! welcome to letra e fel! If you like this space, please share it with your friends.
* Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Letra e Fel! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.
*!Hola! , amigo lector. Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos!
*Cher lecteur, soyez le bienvenu! Veuillez conseiller notre blog à vos amis si vous l'avez aimé. Merci beaucoup!

12/06/2013

Parto (poema de Renata Bomfim)

Sou toda dissonância
Mas busco harmonia
equilíbrio, beleza, cor.
Fertilizada pela ansiedade
Sou cão lambendo as feridas
gato no telhado alheio
pássaro cantando na solidão
da árvore citadina
Busco o natural
nos escombros e resquicios
do animal que sou
Vivo o risco
seguindo um traço sinuoso
(e fatídico)
que guia meus pés viciados.
Transito por campos incertos
transo agonias e suplícios
opto pelo impreciso
transitório e duvidoso
A duras penas e
em meio a tinta ácida
ele nasce
brota do meu ventre acetinado:
um filho com olhos de luz
E a musa-parteira sem dentes
orgulhosa e vingativa
Com um sorriso desgraçado
põe nos meus braços
este ente:
a poesia.
 
(RB)

Nenhum comentário: