* Hello, my friends! welcome to letra e fel! If you like this space, please share it with your friends.
* Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Letra e Fel! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.
*!Hola! , amigo lector. Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos!
*Cher lecteur, soyez le bienvenu! Veuillez conseiller notre blog à vos amis si vous l'avez aimé. Merci beaucoup!

14/10/2013

Guernica II

Não matem os touros,
São meus filhos,
Todos eles, todos, todos...
Não matem os meus filhos que
Também morro!

Chorei ao ver Guernica,
Lágrimas que não eram
Apenas minhas.
Senti a dor e o desespero
Condensados, feitos um.
Forma terrível,
Monstro tão humano,
Assassino sanguinário,
Ser que não morre,
Apenas dormita de
Vez em quando.

Guernica se atualiza:
Espanha, Portugal, Brasil,
Egito, Palestina, Síria,
Marrocos, França, Itália,
Argentina...

Vi jovens desejando ressuscitar
O fascismo, sob os aplausos
Dos herdeiros de Hitler.
Oh! Deus, o que é isso?
Onde vamos parar?
Vamos parar?
Seremos capazes de recontar
(Os dias)
Com compaixão e esperança?

A grande nave parece desgovernada,
Quebrou-se o timão,
Até aonde posso ir com as palavras?
Até onde meus pés cansados
podem me levar?

Eu quis aninhar Madri
Nos meus braços,
Alimentá-la no meu seio e
Ornar a minha cabeça
Com as vieiras de Santiago
De Compostela.
Sonho tocar o coração
Desta terra e extirpar
A violência.

Não matem os touros,
São meus filhos,
Todos eles, todos, todos...
Não matem os meus filhos que
Também morro!

Os sinos das igrejas anunciam
A emergência de um novo canto.



*RB, Madrid, 11-10-2013

Nenhum comentário: