* Hello, my friends! welcome to letra e fel! If you like this space, please share it with your friends.
* Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Letra e Fel! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.
*!Hola! , amigo lector. Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos!
*Cher lecteur, soyez le bienvenu! Veuillez conseiller notre blog à vos amis si vous l'avez aimé. Merci beaucoup!

27/10/2014

Os anos passaram

Os anos passaram,
a melodia se tornou outra,
eu me tornei outra.
O cais assustador já
não assusta mais,
o inverno está mais suportável,
as flores não perderam  a cor mas,
o perfume foi capturado
pelo mercado.
Os anos passaram,
o prazer nas pequenas coisas
se intensificou.

A janela está aberta, observo
as árvores, sobreviventes
da fúria dos lenhadores da prefeitura.
Na árvore que guarda
a minha saúde mental canta
um passarinho da cabeça vermelha.
O canto dessa criatura me assombra,
fecho os olhos e agradeço a Deus,
a Buda, a Chrishina, ao Cosmos,
ao grande Nada,
e a todas as entidades amigas
pelo privilégio de escutar.

A indiferença tem lacerado
a minha carne, sou ninguém!
é como se um cutelo separasse as partes
do tenro ao osso.
Sou o que sou: apenas um ouvido
escutando o canto dos pássaros
e mais nada!

A poesia ameaça voar com pássaro
encantado de cabeça vermelha, num átimo
vem à memória os índios capixabas,
penso nos seus corpos coloridos com orucum,
inflamados como o sol,
guerreiros de uma causa sem solução,
vitimas da chantagem chamada
progresso.

Os anos se passaram e muita coisa
não passou.
A dor permanece a mesma,
a saudade sei lá de quê também,
que os anjos digam amém 
e as minhas suplicas sejam atendidas:
que venha um novo dia fora do tempo.

*RB


Nenhum comentário: