* Hello, my friends! welcome to letra e fel! If you like this space, please share it with your friends.
* Dzień dobry, drogi czytelniku, witaj w blogu Letra e Fel! Dziękujemy za wizytę. Jeśli nasz blog ci sie spodobał, poleć go swoim znajomym.
*!Hola! , amigo lector. Sea bienvenido y si le gustó mi blog, recoméndelo a sus amigos!
*Cher lecteur, soyez le bienvenu! Veuillez conseiller notre blog à vos amis si vous l'avez aimé. Merci beaucoup!

29/03/2015

Poema de outono (Renata Bomfim)

     Dedico aos amigos poetas Dea Coirolo e Anchieta Antunes
O outono chegou calmo,
com ares de maio,
soprando leve.
Sussurrou "pazz", mas,
nem todos escutaram!
Estou cansada!
das lutas inglórias,
das entradas e bandeiras,
das militâncias que
não levam a nada e
nem promovem mudanças.
Ah! se a palavra "eu" pudesse ser
despersonalizada!
Deixo o mundo como está:
A árvore na calçada,
as cartas, os e-mails e
as despedidas ficarão um tempo
sem respostas... É tempo de
aprender com o outono: calar!
Outonar o ritmo,
deixar as folhas caírem...
Outro tempo virá...
A floração é um mistério
que desafia a ciência,
sabe explicá-la bem
a imaginação.
Na primavera explodirei
as cores que trago como intenção
lá na raiz.
A flor será a resposta precisa
ela mostrará a muitos ,
especialmente aqueles
que pensaram que a vida
não tinha mais o que dar,
que a esperança brota
do chão.
As flores responderão todas
as perguntas.
*RB

Um comentário:

Carmem Grinheiro disse...

Lindo, Renata.
É chegando o outono desse lado, aqui deste, chega-nos a primavera, tão ansiada por quem pena no rigor do inverno.
A imaginação explica bem o que a ciência não saberá nunca =)

bj amg